Aqui a sua esquerda, no nosso menu principal tem um item que consideramos fundamental para o entendimento da nossa busca, uma busca que contempla a ciencia, a tradição e outras coisas que não são passiveis de explicacao científica. Pois me recuso a viver em um sistema fechado que não enxerga outras possibilidades além daquelas que pode mensurar. Brilhantemente grandes pensadores fizeram a Declaração de Veneza, veja: http://www.viverembalance.com.br/index.php/saiba-mais/declaracao-de-veneza

 

COMUNICADO FINAL DO COLÓQUIO
“A CIÊNCIA DIANTE DAS FRONTEIRAS DO CONHECIMENTO”

Os participantes do colóquio “A Ciência Diantes das Fronteiras do Conhecimento”, organizado pela UNESCO, com a colaboração da Fundação Giorgio Cini (Veneza, 3 a 7 de março de 1986), animados por um espírito de abertura e de questionamento dos valores de nosso tempo, ficaram de acordo sobre os seguintes pontos:

Somos testemunhas de uma revolução muito importante no domínio da ciência, provocada pela ciência fundamental (em particular a física e a biologia), devido a transformação que ela traz à lógica , à epistemologia e também, por meio das aplicações tecnológicas, à vida de todos os dias. Mas, constatamos, ao mesmo tempo, a existência de uma importante defasagem entre a nova visão do mundo que emerge do estudo dos sistemas naturais e os valores que ainda predominam nas filosofias, nas ciências do homem e na vida da sociedade moderna. Pois estes valores baseiam-se em grande parte no determinismo mecanicista, no positivismo ou mo niilismo. Sentimos esta defasagem como fortemente nociva e portadora de grandes ameaças de destruição de nossa espécie.

É o que eu SEMPRE falo: as pessoas com quem andamos nos definem sim! E nos influenciam muito mais do que imaginamos! Se todos tivéssemos consciência da influência das nossas companhias então seríamos muito mais seletivos.

Com quem você tem PERDIDO o seu tempo?
Quem são as pessoas com quem você mais anda?
Como você escolhe uma companhia?
Pense nisso antes de aceitar o próximo convite.

Há vários anos atrás, em Seattle, Washington, vivia um refugiado tibetano de 52 anos de idade. “Tenzin”, é como vou chamá-lo, foi diagnosticado como portador de uma forma de linfoma das mais fáceis de curar. Ele foi internado em um hospital e recebeu a primeira dose de quimioterapia. Mas durante o tratamento, este homem normalmente gentil tornou-se agressivo e irritado; arrancou a agulha intravenosa de seu braço e negou-se a cooperar. Ele então gritou com as enfermeiras e discutiu com todos ao seu redor. Os médicos e enfermeiros ficaram desconcertados.

Dizem que conselho só se dá a quem pede. E, se vocês me convidaram para paraninfo, sou tentado a acreditar que tenho sua licença para dar alguns. Portanto, apesar da minha pouca autoridade para dar conselhos a quem quer que seja, aqui vão alguns, que julgo valiosos.

· Dê mais às pessoas, mais do que elas esperam e, faça com alegria.
· Decore seu poema favorito.
· Não acredite em tudo que você ouve, gaste tudo o que você tem e durma tanto quanto você queira.
· Quando disser "Eu te amo" olhe as pessoas nos olhos.
· Fique noivo pelo menos seis meses antes de se casar.
· Acredite em amor.

“(…) Quando você ensina um homem a odeia e temer seu irmão, quando você ensina que ele é um homem menor por causa da sua cor ou de suas crenças ou as políticas que ele busca, quando você ensina que quem é diferente de você ameaça sua liberdade e seu emprego e sua família, então você também aprende a combater os outros não como companheiros cidadãos mas como inimigos, a serem reunidos não em cooperação mas em conquista;

Juliana +55 11 9405.50974 | +55 11 3064.4616 | secretaria@trxcomunicacao.com
Bruna +55 11 9929.66160 | +55 11 3064.4616 | bruna@trxcomunicacao.com

Tatianne Rodrigues | tatianerodrigues@me.com

TATIANNE RODRIGUES

                                 FOUNDER VIVER EM BALANCE®

TATIANNE RODRIGUES VIVER EM BALANCE